Tania Dauster Magalhães e Silva

  • Lidera o(s) grupo(s) a seguir

  • MEMÓRIAS ACADÊMICAS – a construção da memória da Pós-Graduação em Educação da PUC-Rio (1965-1971)

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – Museu Nacional. Realizou Pós-Doutorado no Museu Nacional (Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social). Atualmente é professora emérita da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Abriu a área de Antropologia e Educação na PUC-Rio em 1987. Desde então articulou ensino, pesquisa e orientação de teses e dissertações até recentemente. Foi bolsista do CNPq entre os anos de 1990 e 2007, tendo sido apoiada financeiramente pela FAPERJ. Entre três livros organizados com parceiros, dois receberam o selo de Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Hoje em dia coordena e desenvolve o Laboratório de Memória do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUC-Rio (LAMPPGE/PUC-Rio) e realiza a investigação intitulada “Fundadores” – a construção da memória da Pós-Graduação em Educação da PUC-Rio.

 

“A memória é fragmentada.O sentido de identidade depende em grande parte da organização desses pedaços, fragmentos de fatos e episódios separados.O passado, assim, é descontínuo.A consistência e o significado desse passado e da memória articulam-se à elaboração de projetos que dão sentido e estabelecem continuidade entre esses diferentes momentos e situações.Por outro lado, o projeto existe no mundo da intersubjetividade.” ( pg.103 in: Velho,G. Projeto e Metamorfose.Jorge Zahar Editor. RJ.1994)