Tania Dauster

Tânia

Graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – Museu Nacional. Realizou Pós-Doutorado no Museu Nacional (Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social). Professora Emérita do Departamento de Educação da PUC-Rio.

Atualmente Pesquisadora da Rede Argonautas de pesquisadores em Antropologia e Educação resulta dos esforços de antropólogos do Brasil e de outros países que buscam construir a Antropologia e a Educação como campos de conhecimento em diálogo no mundo em termos de campos propositivos, compreensivos e críticos. Objetiva estabelecer trocas acadêmicas entre pesquisadores, bem como agregar resultados de pesquisas, divulgar publicações sobre o tema e indicar links, entre outros As relações entre Antropologia e Educação têm uma longa e nobre história a começar pela obra de Émile Durkheim e de outros autores consagrados como Marcel Mauss e Margareth Mead. Desse percurso emerge a educação como prática cultural da vida em sociedade. Fato que, imediatamente, ressalta o caráter historicamente construído dessa prática. O que implica reconhecer que a educação como um fenômeno da cultura conduz ao estudo das inter-relações da vida social e de seus significados.

Contatos
E-mail
Lattes
OrcId

Linha de pesquisa

Grupo de pesquisa

pt_BR