Artigo trata da percepção de crianças e famílias sobre ensino remoto emergencial

O Grupo de Pesquisa Educação e Mídia (Grupem), vinculado ao Departamento de Educação da PUC-Rio, acaba de publicar o artigo: “Pandemia e ensino remoto emergencial: percepções de crianças e suas famílias“, de autoria de Ana Luiza Honorato de Sales, Catarina Souza de Mattos e Mirna Juliana Santos Fonseca, na Revista Cocar, editada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará (UEPA).

O artigo articula resultados de duas pesquisas qualitativas e busca identificar e estabelecer relações entre as percepções de crianças e de suas famílias a respeito do isolamento social causado pela pandemia e o consequente ensino remoto emergencial. Compõem o material de análise para este artigo de abordagem qualitativa: 41 entrevistas semiestruturadas com responsáveis por crianças matriculadas do 1º ao 3º ano do ensino fundamental, residentes na Região Metropolitana do Rio de Janeiro; e registros digitais de momentos de interação com 20 das crianças, cujas responsáveis haviam sido entrevistadas anteriormente. A análise destaca a baixa motivação das crianças para realizar as atividades escolares, associada à saudade que sentiam do ambiente escolar. Por outro lado, o ensino remoto oportunizou um maior contato das crianças com as mídias e maior aproximação com as famílias.

Os dados que compõem o artigo fazem parte da pesquisa de mestrado de Ana Luiza, realizado no PPGE da PUC-Rio, e da pesquisa de iniciação científica de Catarina, ambas orientadas pela professora Rosália Duarte.

O artigo compõe o Dossiê: Hibridismo e currículo: o que aprendemos na pandemia? (Edição especial, nº 17, 2023), que busca “identificar as contribuições e os desafios que o ensino remoto emergencial (ERE) e o ensino híbrido desenvolvido deixaram para as práticas docentes, o currículo e a aprendizagem, pois, ao mesmo tempo que foram enfrentados dificuldades e prejuízos inusitados nas distintas dimensões do processo educacional, também emergiram novas oportunidades educacionais.” (Apresentação do dossiê).

O artigo completo pode ser acessado aqui.

Produção e revisão da notícia: Mirna Juliana Santos Fonseca

en_US